Lua Crescente - O Amadurecimento

sábado, 4 de fevereiro de 2017


Hoje, por volta das 02:10 hs da madrugada, a Lua Crescente adentrou em nosso céu, trazendo-nos um tempo propício para amadurecer as ideias projetadas na Lua Nova e dos objetivos que traçamos, tanto para nossa vida profissional quanto para a pessoal e a espiritual. Venha conhecer a força da Lua Crescente e anotar alguns feitiços propícios para celebrar este Esbbath.


Fomos transformados na Lua Negra, renascemos na Lua Nova e, agora, em plena Lua Crescente, amadurecemos. O quê? Tudo que for possível... Ideias, projetos, objetivos, estudos... É o momento perfeito para colocar em prática tudo que antes foi traçado, os planos elaborados, seja para nossa vida pessoal, profissional e/ou (principalmente) espiritual. A Lua Crescente representa exatamente isso, o amadurecimento, a hora de crescer, de evoluir, e ficar parado, estagnado, esperando cair do céu não faz parte dessa evolução.
Na simbologia divina, a Deusa tornou-se a jovem e encantadora donzela que desperta novos sentidos, novas sensações... Seu corpo amadurece para tornar-se Mãe na Lua Cheia. É nessa época que ponderamos nossas atitudes, pois o amadurecimento se dá em cada âmbito da nossa existência. É tempo de falar com calma, de analisar os próximos passos antes de agir na impetuosidade.
As cores típicas desse Esbbath são o verde e o amarelo, propícias para atrair as energias que precisamos: prosperidade, alegria, amadurecimento, esperança e fé. É costume praticar feitiços para abrir caminhos e para prosperidade, afinal, estamos em época de praticar o que antes foi elaborado e, para isso, precisamos de portas escancaradas e de retorno, de bom lucro. E não falamos apenas do lado material da vida, use todas essas lições também como metáforas para o espiritual. Caminhos abertos e prosperidade não se aplicam apenas na área financeira. E o que seria caminho fechado no espiritual? Podem ser tantas coisas que nos mandaram... Como também podem ser coisas da nossa própria alma. Quando arrumamos desculpas esfarrapadas para não fazer isso ou aquilo, acabamos de fechar uma porta da nossa evolução espiritual. E quando mostramos esse tipo de atitude, fazemos com que as pessoas tenham péssimos pensamentos sobre bruxos e bruxas, ou seja, acabamos com a prosperidade da fé, ninguém quer se juntar a um grupo parado e preguiçoso. E quando falo de grupo, não cito um ou outro Coven nem Clã, falo do geral, do grupo de praticantes da arte da bruxaria tradicional. Entenderam? Caminhos abertos e prosperidade em todos os quesitos da nossa vida!

— COMO CELEBRAR O ESBBATH DA LUA CRESCENTE —
Bem, se você está acompanhando nosso Blog, sabe que já explicamos sobre como montar o altar e iniciar cada ritual de Esbbath. Ainda não leu a matéria anterior? Clique aqui e inteire-se do assunto. Não é nada difícil e nem impossível de se fazer, basta ter fé, boa vontade, criatividade e muito amor no coração!
Depois de fazer as limpezas físicas e espirituais no local da celebração, no seu corpo e na sua alma, é hora de montar o altar e de separar tudo que vai precisar. Coloque os símbolos ou as velas que representarão os Elementais em seu altar, bem como os que correspondem aos Deuses.
“Ué, não é só a Deusa Mãe celebrada nos Esbbaths?”... Sim, Cerridwen e Dana são honradas e veneradas por muitos durante a Lua Crescente, porém, Cernunnos - ou qualquer outra divindade masculina de qualquer panteão - pode ser invocado para dar uma força. Obviamente, somos abençoados e protegidos dia e noite pelos nossos patronos ou matronas, é por tal motivo que chamar uma divindade masculina com quem tenha afinidade é tão importante quanto invocar sua Deusa preferida.
Não acredita em Deuses? Em algo você acredita, bruxos não são ateus. Confie e chame quem tem o seu respeito e a sua fé.
Acredita em Deuses, mas não sabe quem chamar? Ainda não encontrou uma divindade com quem desenvolveu grande afinidade? Sem problemas! Chame por Deusa, Deus, Mãe ou Pai.
Dadas essas explicações, represente o Princípio Feminino (ou Deusa) com o caldeirão, um cálice ou uma vela negra; e o Princípio Masculino (ou Deus) com o athame ou uma vela branca.
Trace o Círculo Mágico convidando os Elementais. A cada um, vá pedindo por amadurecimento, para abrir caminhos e por prosperidade. Não se estenda em explicações e pedidos com as Salamandras, elas são impacientes, é melhor se manter no básico quando convidá-las. Evite as palavras rebuscadas também. Aliás, faça sempre orações simples com todos os Elementais, exceto com os silfos e sílfides, que atuam no intelecto e adoram um bom jogo de palavras - porém, isso não é uma regra. Ore com o seu coração, com respeito e da maneira que sabe. - Um exemplo do que dizer: “Salamandras, guardiões do fogo... Do fogo que transforma e que prospera, convido-as para este Círculo Sagrado. Avivem minha alma para compreender os ensinamentos. Abram meus caminhos com tuas chamas, queime as adversidades e as energias ruins, e que meus projetos prosperem”.
Feito isso, tendo chamado a todos os Elementais (não se esqueça de fechar os olhos e de senti-los após a invocação de cada um), chame os Deuses, sempre com respeito e fé. Abra seu coração para que seja ainda mais transformado, para que sua espiritualidade cresça, que sua intuição, sua clarividência e sua fé aumentem. Fale sobre seus projetos, consagre-os para colocá-los em prática, caso ainda não o tenha feito. Tenha uma conversa franca e tranquila com as divindades.
Depois, realize seus feitiços. Agradeça pela presença dos Deuses e dos Elementais, despeça-se e finalize.

— FEITIÇO DE SUCESSO E PROSPERIDADE —
A Lua Crescente é ótima para realizar feitiços de prosperidade, e vou lhes passar um bem simples de fazer, porém, se for praticado com fé, torna-se um feitiço muito poderoso. E falo por experiência própria... Criei esse feitiço em um momento de urgência e desespero, onde precisava de portas abertas para que meu plano fosse colocado em prática e obtivesse sucesso. Resultado? No momento em que o terminei, recebi uma ligação muito importante, um colega de trabalho me trazendo boas novas.
“Isso significa que vai acontecer o mesmo comigo?”... Não. 
“Então, o feitiço não dará certo?”... Por que não? Rebato. Tudo depende da nossa fé. Praticar magia ou realizar feitiço com o pensamento de “vamos ver no que vai dar” é o mesmo que brincar com a sorte, que jogar todo trabalho e energia desprendidos dessa ação no lixo.
O que preciso explicar e deixar bem claro é que meu caso foi algo excepcional, o tempo não era meu aliado e eu precisava de todas as forças positivas e benéficas disponíveis para me ajudar, tanto que fiquei tão cansada depois que dormi por quase doze horas seguidas! Deu certo para mim, obtive resultado imediato. Então, se você tiver fé, acreditar no poder da sua energia e de todas as outras envolvidas, o feitiço dará certo, mas nem sempre será imediato. Na maioria das vezes, temos que aguardar, e esse talvez seja um dos grandes males dos iniciantes, a impaciência. Quando nada acontece como em um passe de mágica, a negatividade começa... “Não deu certo. Não vai dar certo. Foi tempo perdido”. Calma, muita calma nessa hora, pois é esse tipo de pensamento que desanda a maionese. Analise as questões abaixo:

O feitiço foi realizado na Lua certa?
Usou os ingredientes certos?
Usou a energia certa? (benéfica e positiva).
Realizou-o com fé?

Se o “sim” foi a resposta de todas as perguntas acima, não há motivos para que seu feitiço dê errado, tudo que pode prejudicá-lo é a negatividade da ansiedade e da espera. Livre-se disso e aguarde pelos resultados (de boca fechada, de preferência, não é bom anunciar aos quatro ventos o que acabamos de fazer).
Certo, vamos ao feitiço... Como eu disse antes, ele é bem simples e eficaz. Vamos precisar de:

• Uma vela amarela (só pode ser substituída pelas cores: marrom, verde ou branco. Nada de vela preta, azul, vermelha...);
• Canela em pó;
• Uma ameixa (se o seu ritual for para uma “prosperidade amorosa”, pode substituir a fruta por maçã).
*Explicação: a ameixa, no Japão, é considerada um fruto que nos concede muita sorte.

Acenda a vela, e faça seu pedido de maneira simples, sem enrolação. Observe a chama e tente visualizar seu pedido atendido. Envie seu clamor ao Universo, imagine esse clamor seguindo como um raio de luz até um ponto qualquer, onde é transformado, muda de cor, e desce à Terra com o objetivo de mudar as situações sem que ninguém se prejudique, mas que seu pedido seja favorecido. Então, descanse a mente, pegue a ameixa e saboreie a fruta, delicie-se como se estivesse experimentando o doce sabor do sucesso e da prosperidade (se a sua escolha for uma maçã, imagine-se em plena felicidade com seu cônjuge ou com alguém que ainda chegará em sua vida; neste segundo caso, chame pela energia do amor e abra seus caminhos para essa área da sua existência). Coma-a aos poucos. Quando terminar, deposite o caroço ao lado da vela, encostado a ela. Nesse ponto, a vela já terá queimado uma boa parte. Pegue um punhado de canela em pó e salpique em torno da vela. Depois, pegue mais uma pitada e jogue-a com cuidado na chama da vela (não deixe essa chama apagar, e é normal estalar e faiscar enquanto a chama queima a canela em pó). Enquanto realiza essa ação, diga algo mais ou menos assim:

“Os meus caminhos estão abertos, e assim permanecerão. Abri minha mente e escancarei as portas do meu coração. Que ninguém atrapalhe, que as energias ruins fiquem longe, que meus projetos prosperem a partir de hoje”.

Repita quantas vezes forem necessárias. Fale em voz alta, aumente a intensidade da energia depositada nesse feitiço a cada repetição. Deixe a vela queimando até o final. Se não sobrar nenhuma cera, alegre-se, pois seu pedido logo será atendido.

Viram como é simples? O maior, mais pesado e mais caro ingrediente, aquele que ninguém pode comprar e nem roubar, é a nossa fé. Prepare tudo, faça seu ritual da Lua Crescente e aguarde pelas vitórias que surgirão em breve.


Caso tenha alguma dúvida ou precise de conselhos particulares, fale conosco:
dragoesdaluanegra@gmail.com

Abençoado sejam!






*Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. A reprodução parcial ou total deste texto está terminantemente proibida e é protegida por lei*.

0 comentários:

Postar um comentário