Sabbaths - A Roda do Ano

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017


O que é Sabbath? Por que falar disso agora? O que tem a ver com bruxaria?... Pois é... Infelizmente, já vi muitas pessoas se apresentando como bruxo (a) e sem ter a mínima noção do que é um Sabbath. Não que festejar ou praticar um ritual seja obrigatório, cada um é livre para fazer o que quer. O fato é que cada Sabbath se encaixa na Roda do Ano da tradição celta, ou seja, é celebrado de acordo as estações do ano. É aqui que entra a confusão de muitos bruxos e bruxas, pois já me deparei com alguns comemorando o Solstício de Inverno em pleno verão brasileiro. Compreendem? A festa não condiz com a época. Por tal motivo, decidimos explicar um pouco sobre os Sabbaths - já que estamos muito próximos de um - e as datas em que são celebrados no hemisfério norte e no hemisfério sul.


Decerto, você já ouviu falar de Sabbath, de Equinócio, de Solstício e, principalmente, de Samhain, que é uma das passagens mais celebradas no mundo, até mesmo pelos “não pagãos”. Para que você se localize na conversa, Samhain é o famoso Halloween - sim, com A, Helloween é uma banda de rock -, o Dia das Bruxas. E o que significa cada um desses termos? Vamos explicar.

— SABBATHS —
Celebrações das passagens dos meses de acordo com as estações do ano, as épocas de colheitas, de recolhimentos, de reflexões e de espera. Há, também, muita alegria e agradecimentos. Ao contrário do que muitos dizem, não acontecem sacrifícios de derramamento de sangue humano ou de animais, não há orgias nem bebedeiras, tampouco uso de drogas. Também não são realizados rituais de Missas Negras ou qualquer coisa do tipo. Os Sabbaths são festas de gratidão, de alegria, é quando agradecemos por tudo de bom que colhemos, que aprendemos, que transformamos. Há danças, banquetes, honras aos Deuses, aos Seres Elementais, aos Guardiões Espirituais, à Natureza que nos proporcionou fartura em todos os sentidos. Portanto, não há com que se preocupar, pois não colocamos uma cruz de cabeça para baixo e nem amaldiçoamos objetos e símbolos religiosos, sejam cristãos ou não.
Tradicionalmente, celebramos oito Sabbaths, quatro maiores e quatro menores. 
Os Quatro Grandes Sabbaths seguem o antigo calendário celta. São eles: 

• Imbolc (ou Candlemas) - Aproximação da Primavera;
• Beltain (ou Beltane) - Festival do Sol, Aproximação do Verão;
• Lammas (ou Lughnasadh) - Festival da Primeira Colheita;
• Samhain (ou Halloween) - Fim do Verão.

Os Quatro Menores acontecem durante os Equinócios e Solstícios. São eles:

• Ostara - Equinócio de Primavera
• Litha - Solstício de Verão
• Mabon - Equinócio do Outono
• Yule - Solstício de Inverno.

Abaixo, uma tabela com as datas dos Sabbaths nos hemisférios norte e sul.

HEMISFÉRIO SUL

Samhain - 30 de Abril
Yule - 21 de Junho
Imbolc - 1 de Agosto
Ostara - 21 de Setembro 
Beltain - 31 de Outubro 
Litha - 21 de Dezembro 
Lammas - 2 de Fevereiro
Mabom - 21 de Março


HEMISFÉRIO NORTE

Samhain - 31 de Outubro 
Yule - 21 de Dezembro
Imbolc - 2 de Fevereiro
Ostara - 21 de Março
Beltain - 30 de Abril
Litha - 21 de Junho 
Lammas - 1 de Agosto
Mabom - 21 de Setembro

*Nota 1: Provavelmente, você poderá encontrar calendários com datas que não correspondem às tabelas acima. Por exemplo: O Lammas é colocado como 1 de Fevereiro no banner, e está como 2 de Fevereiro na tabela do Hemisfério Sul. Isso se dá por dois motivos:
a) fuso horário, afinal, dificilmente encontraremos uma Roda do Ano com o posicionamento certinho do Sol no céu brasileiro. A que apresentamos no banner é a Roda do Ano Australiana, que também se localiza no hemisfério sul
b) Ainda que sejam festivais celebrados de acordo com o posicionamento do Sol, os rituais acontecem após o crepúsculo, à noite. Normalmente, nas viradas. No caso do Lammas, na virada de 1 de Fevereiro para o dia 2.

*Nota 2: Percebeu que ambas as tabelas começam pelo Samhain? Esse Sabbath é o marco da bruxaria tradicional, é como se fosse o “Ano Novo” pagão, ou Ano Novo na tradição celta.

Bem, e ficou uma dúvida no ar... O que realmente são os Equinócios e os Solstícios?

— EQUINÓCIO —
É quando o Sol reflete com mais intensidade sobre a linha imaginária do Equador, deixando dias e noites iguais, com a mesma duração. O Equinócio de Outono também é conhecido como Ponto Libra, e o de Primavera, Ponto Vernal.

— SOLSTÍCIO —
É quando a inclinação do Sol em relação a linha imaginária do Equador intensifica a luz e calor em um dos hemisférios. Quando a inclinação máxima se dá no hemisfério norte, lá acontece o Solstício de Verão, e no sul, o de Inverno... E vice versa, inclinação máxima para o hemisfério sul = Solstício de Verão; inclinação mínima para o hemisfério norte = Solstício de Inverno.

Bem, essas foram explanações rápidas, apenas para deixá-los por dentro do assunto, pois, como puderam ver na tabela acima, um dos Sabbaths se aproxima, e falaremos sobre o Lammas em uma postagem especial, assim como o faremos em vésperas de cada festival.

Caso tenha alguma dúvida ou precise de conselhos particulares, fale conosco:
dragoesdaluanegra@gmail.com

Abençoados sejam!






*Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. A reprodução parcial ou total deste texto está terminantemente proibida e é protegida por lei*.

0 comentários:

Postar um comentário